Programas de qualificação profissional custam quase R$ 5,5 milhões por ano

Antônio Boaventura

[email protected]

O governo municipal deve utilizar no próximo ano cerca de 42% do orçamento previsto, de quase R$ 13 milhões com o custeio de programas de qualificação profissional, que corresponde a R$ 5,5 milhões. Serão disponibilizadas 820 vagas entre o Bolsa Trabalho e Jovem Trabalhador. A informação foi repassada pela secretária do Trabalho, Telma Cardia, durante audiência da Lei das Diretrizes Orçamentárias, na Câmara, nesta segunda-feira (25).

Para concorrer a uma das 220 vagas do programa Bolsa Trabalho, é necessário estar na faixa etária entre 21 e 65 anos, além de cumprir o protocolo que exige a apresentação de documentos pessoais e estar desempregado. O valor ofertado ao bolsista é de meio salário mínimo, vale-transporte de R$ 9,40 por dia e vale-alimentação de R$ 140 por mês. O investimento previsto para esta iniciativa é de R$ 1,6 milhão.

As principais ofertas do programa estão voltada para funções como reparos domésticos e jardineiros. Cada uma delas oferece 55 vagas por semestre. A prioridade será para pessoas com maior tempo sem trabalho formal, via Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), e alta vulnerabilidade social.

“Estamos realizando medidas que possam combater o desemprego e fomentar unidades produtivas com o propósito de gerar trabalho e renda, além do trabalho de reinserção no mercado de trabalho. O mercado de trabalho passa por uma grande reformulação, o que provoca um grande número de desempregados”, disse Telma Cardia.

Responsável por grande parte do investimento para programas de qualificação, o Jovem Trabalhador deve ofertar em 2020 aproximadamente 600 vagas, sendo 300 por semestre. Esse serviço terá um custo de R$ 3,9 milhões para o governo guarulhense. Podem ingressar neste programa jovens entre 16 e 21 anos. Os selecionados terão Bolsa-auxílio no valor de R$ 120,00 (cento e vinte reais), Vale-transporte: R$ 9,40 (nove reais e quarenta centavos) por dia letivo e Vale-refeição: R$ 66,00 (sessenta e seis reais) por mês