Marcha da Consciência Negra de Guarulhos relembra luta por igualdade

Foto: Divulgação/PMG

No último sábado (20) cerca de 500 pessoas compareceram à 16ª edição da tradicional Marcha da Consciência Negra de Guarulhos, em comemoração ao Dia da Consciência Negra. O evento relembrou a trajetória de Zumbi dos Palmares, ícone da luta e resistência negra no país.

Tendo como palco o Marco da Consciência Negra, na região central, o evento contou com a participação de representantes da Prefeitura de Guarulhos, membros do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, representantes de etnias indígenas da cidade, centrais sindicais, grêmios estudantis e população em geral.

Durante o percurso, que visitou pontos históricos da presença negra na cidade, foram entoadas músicas que recontam a resistência negra e realizadas atividades culturais como o toré, dança tradicional dos indígenas da aldeia Multiétnica Filhos desta Terra. Houve ainda rodas de capoeira, discursos e depoimentos que ressaltaram a importância da preservação e da valorização da presença e da cultura negra na cidade.

O evento teve seu ponto máximo na Mancha Escura na rua Dom Pedro II, momento em que as faixas e cartazes utilizados durante o percurso foram expostos em um grande varal aos munícipes que ali circulavam.

O encerramento das atividades comemorativas aconteceu também na noite do sábado com o Concerto Especial da Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos, regido pelos maestros Emiliano Patarra e Diego Pacheco no Teatro Adamastor.