SP anuncia investimento de R$ 100 milhões para turma de 2022 do Prospera Família

Foto: Governo do Estado de SP

O governador João Doria anunciou, nesta sexta-feira (18), a nova edição do Programa Prospera Família da Secretaria de Desenvolvimento Social, que atende famílias monoparentais – mães e pais solo, que vivem em situação de extrema pobreza. No total, serão 20 mil famílias contempladas em 57 municípios do estado.

“São 57 municípios que passam a ter direito a este programa. São R$ 100 milhões, não R$ 100 mil. Esse é um Governo que não só acredita na redução das diferenças sociais, na desigualdade, como trabalha e investe para isso”, disse Doria.

Na edição 2022/23, as inscrições começam no mês de maio e devem ser feitas nos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) das cidades participantes. As aulas e atividades terão início em agosto de 2022.

O programa tem três etapas, com duração de 12 meses. Entre elas, está a criação de projeto de vida, capacitação e gestão para o empreendedorismo e inclusão no mercado de trabalho. Todo o processo é acompanhado por tutoras, que são profissionais da assistência social e fazem toda criação de vínculo com a beneficiária.

As mulheres e homens participantes recebem uma renda mensal de R$130; e duas parcelas que somam R$ 2 mil após o término do programa. O objetivo do benefício é investir em materiais de trabalho e criar uma parcela na poupança para futuras emergências.

O projeto piloto foi lançado em março de 2021 com 12 mil vagas e 23 cidades participantes. Para esta edição, foram incluídas outras 34 cidades.

O investimento total para o programa é de R$ 100 milhões: sendo 71,2 milhões para a transferência de renda. Esse montante é 58% maior quando comparado com o total investido na edição de 2021 (R$ 63 milhões).

“O programa Prospera se consolidou como o melhor programa de mobilidade social já desenhado neste país. Contempla a transferência de renda por um ano com uma solução de autonomia, empreendedorismo e emancipação. Esta tem sido a lógica do Governo, que enxerga potencial de redução de desigualdade efetivamente. Mobilidade social tem sido o mote de todos os programas estaduais”, afirmou a Secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

Prospera Família

O Prospera Família vai muito além da transferência de renda e tem como essência principal a capacitação, independência financeira e empreendedorismo. No projeto de vida, os participantes passam por oficinas semanais e, ao longo de dois meses, saem com projeto de vida concreto dos próximos passos, suas aspirações pessoais, familiares, econômicas.

Na fase da capacitação, com duração em média de cinco meses, são realizados diversos cursos como recepção, confeitaria, auxiliar de cabeleireiro, corte e costura, manicure, panificação, entre outros.

Já na terceira etapa, a participante será preparada para abrir o seu negócio ou para a inclusão produtiva no mercado de trabalho. Após todas as etapas ela vai receber R$ 2 mil, parcelado em duas vezes, para investir na sua carreira.

- PUBLICIDADE -