Quase 350 famílias já foram afetadas pelas chuvas deste inicio de ano em Guarulhos

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

As fortes chuvas deste inicio do ano em Guarulhos já afetou 348 famílias, segundo dados da administração municipal. Somente no período entre o dia 31 do mês passado até esta segunda-feira (03), a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec), atendeu 19 ocorrências no município.

As mesmas 348 famílias também precisaram receber doações, devido as perdas materiais causadas pela chuva. Neste final de semana, os bairros com maior índice de chuvas, de acordo com a Defesa Civil foram a Vila Barros (98,4 mm), Cumbica (97,6 mm) e a região entre Soberana e Lavras (95,6 mm).

Durante as fortes chuvas de sábado (01), em Guarulhos, foram registrados cinco pontos de alagamento, sendo dois no bairro do Taboão, dois em Cumbica e um no bairro do Jardim Bananal. Um dos principais pontos críticos foi o Terminal Taboão, localizada na avenida Natália Zarif, que mais uma vez sofreu com alagamento, devido ao transbordamento do Rio Baquirivu-Guaçu.

Diante desse cenário, no sábado (01), a avenida Natália Zarif ficou fechada durante quase três horas, segundo a própria prefeitura, das 16h31 às 19h14. “Compete ao DAEE fazer o desassoreamento do Baquirivu-Guaçu, que já deu início no trecho do Cecap ao Tietê na Rodovia Ayrton Senna. A Prefeitura de Guarulhos está negociando viabilidade financeira para tratar a bacia do rio”, destacou em nota a administração municipal.