EPG Castro Alves revisa projeto político-pedagógico com a participação da comunidade escolar

Foto: Divulgação/PMG

A rede de ensino de Guarulhos passa atualmente por um importante movimento de revisão e reelaboração do projeto político-pedagógico (PPP) de cada unidade escolar. Neste processo a atuação da comunidade escolar é fundamental e a EPG Castro Alves, localizada no Jardim Ponte Alta II, encontrou caminhos para a participação e o envolvimento da comunidade escolar na tomada de decisões.

Partindo do pressuposto de escuta e respeito ao pensamento de cada indivíduo, a unidade escolar promoveu nas últimas terças-feiras (dias 15 e 22), por meio de formações com a equipe escolar, pesquisas e rodas de conversas.

Coordenador pedagógico da unidade, Diego Sabino explicou que neste ano a escola teve uma grande movimentação no quadro de funcionários. “Quase 80% do nosso grupo de professores eram novos e nunca tiveram acesso ao nosso PPP, então, mais do que nunca, esse momento orientado pela Secretaria de Educação foi fundamental e caminhou junto com nossas necessidades”, disse.

O momento proporcionou troca de informações e vivências entre os participantes. Além disso, seguindo a mesma vertente, a comunidade foi convidada a participar por meio de uma pesquisa enviada aos alunos sobre o tema no qual os pais poderiam contribuir neste processo de reformulação.

Thaís Thomaz, também coordenadora pedagógica da unidade, contou que após a pesquisa e troca entre funcionários e comunidade a unidade conseguiu identificar algumas necessidades de mudanças. “De forma dinâmica todos participaram desse processo. É por meio do PPP que a escola define e articula quais conteúdos serão ensinados a partir da realidade social, cultural e econômica em que está presente. Assim, os conteúdos devem ser construídos de acordo com as especificidades de cada escola e serem flexíveis para atender às demandas específicas dos alunos”, comentou.

PPP

O projeto político-pedagógico vai além de um documento físico: trata-se de um processo permanente de reflexão e diálogo sobre o ideal, a identificação das necessidades e a realização de ações pela escola na busca por uma educação de qualidade. É construído e deve ser vivenciado por todos os atores envolvidos no processo educativo, uma ação firmada na participação da comunidade escolar, por meio de estudos, discussões, reflexões individuais e coletivas sobre a concepção que fundamenta a educação no município, sendo esta expressa na Proposta Curricular Quadro de Saberes Necessários – QSN (Guarulhos, 2019).

- PUBLICIDADE -