Guarulhenses já sacaram mais de R$ 646 milhões do FGTS neste ano

Os valores retirados do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já alcançaram a cifra de R$ 646 milhões no período de janeiro até outubro de 2016, em Guarulhos. As informações preliminares foram divulgadas pela Caixa Econômica Federal (CEF) a pedido do HOJE, nesta segunda-feira (7).

A CEF ressaltou que as quantidades e os valores relacionados não contemplam os saques para aquisição de moradia própria, falecimento ou de determinação judicial. Foram mais de 205 mil pedidos para retirar os valores que variam entre R$ 700 a R$ 1.500 nos dez primeiros meses deste ano. Segundo os dados, a maior quantidade subtraída foi de até R$ 700, com mais de 111 mil pagamentos efetivados. Em 2015, o montante retirado na cidade chegou a R$ 630 milhões.

Segundo a Secretaria Geral da Presidência da República, para sacar o FGTS, o trabalhador precisa atender a algumas condições básicas. São elas: ter tido o contrato de trabalho rescindido pelo empregador, sem justa causa; extinção normal do contrato a termo; aposentadoria concedida pela Previdência Social; entre outros requisitos.
Entre as condições para o saque, está a demissão sem justa causa, término do contrato por prazo determinado ou mesmo o e estágio terminal em decorrência de doença grave, entre outros requisitos.

Reportagem: Leticia Lopes
Foto: Ivanildo Porto