A prefeitura concluiu neste fim de semana a revitalização de uma área de 1,6 mil m2 que costumava servir como ponto de descarte irregular de materiais, localizada na esquina das ruas Tapiramuta e Aracatu, em Bonsucesso. Moradores da região têm agora uma ampla área verde para lazer e descanso. Um cenário totalmente diferente daquele encontrado antes, quando eram obrigados a conviver com entulho, móveis velhos e todo tipo de resíduos jogados no local.

Após a retirada da sujeira, o espaço ganhou brinquedos para crianças (balanço, gangorra e labirinto), mobiliário com bancos de concreto e de madeira reciclada pela Administração Regional Bonsucesso, arborização (20 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica), e paisagismo com 480 mudas de forração e de grama.

Esta é a segunda área revitalizada pela Prefeitura nas duas últimas semanas. No sábado (29), um espaço de 2,4 mil m2, na rua Barbosa Ferraz,  Jardim Santa Clara, que também costumava servir como ponto de descarte irregular de materiais, foi entregue à população totalmente renovada e equipada com parquinho para crianças, campinho, área de estar, pomar, 96 árvores nativas da Mata Atlântica, mesas com banquetas e bancos para descanso.

Outros pontos igualmente revitalizados e já entregues pela atual administração ficam na rua Jovita, no Jardim Iporanga; na rua dos Cordeiros, em Bonsucesso; e na Estrada da Parteira,  na Vila Carmela. Os projetos são realizados pela Secretaria de Meio Ambiente (SEMA).

Descarte irregular é crime

A Sema alerta que descarte irregular de materiais é crime ambiental e que a fiscalização do órgão vem atuando firmemente nessa questão. As multas são altas e veículos flagrados são apreendidos. Quem precisar descartar entulho de pequenas reformas, móveis velhos, podas, entre outros materiais, gratuitamente em um dos 19 Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) existentes na cidade. Os endereços dos PEVs podem ser consultados no link www.guarulhos.sp.gov.br/pagina/pev.

Todo cidadão que flagrar descarte irregular de materiais deve ligar anonimamente para o Disque Denúncia: 0800 772 2006.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here