Licitação da PPP da iluminação pública de Guarulhos tem concorrência de quatro consórcios

Na última terça-feira (25) aconteceu a abertura dos envelopes com propostas de empresas interessadas na parceria público-privada (PPP) da iluminação pública em Guarulhos. Quatro consórcios estão participando da concorrência: Smart Light, Guarulhos IP, Ilumina Guaru e Engie Terwan.

A concessão administrativa da prestação dos serviços de iluminação pública nas vias inclui desenvolvimento, modernização, ampliação, eficientização energética, operação e manutenção do sistema e prevê investimentos na ordem de R$ 624,3 milhões, o que contempla a troca das 65,8 mil luminárias antigas por modernas luminárias em LED e a ampliação do sistema com mais 7,3 mil novos pontos. Totalizando mais de 73 mil luminárias de LED, o que prevê a redução no consumo de energia na ordem de 60%. Isso sem falar, que as luminárias de LED são resistentes a vandalismo e têm vida útil estimada em 10 anos.

Regras

Conforme regras da licitação, cada consórcio apresenta três envelopes. O primeiro de garantia, o segundo com toda a documentação necessária e o terceiro e último envelope com a proposta de preços. Como todas as empresas envolvidas estavam em conformidade com as exigências do edital e não foram interpostos recursos, procedeu-se a abertura do segundo envelope com a documentação de habilitação técnica, financeira e jurídica. Em seguida, a sessão foi suspensa para que a Comissão de Licitações possa avaliar todos os documentos apresentados. Somente após o julgamento dos recursos de habilitação é que o terceiro e último envelope é aberto. Após a declaração da vencedora, será feita a homologação e assinado o contrato de prestação de serviços.

O prazo para a ampliação da iluminação, bem como, da troca das luminárias antigas por modernas lâmpadas de LED é de dois anos e meio a partir da assinatura do contrato.