Orquestra Jovem apresenta ópera inédita de Samuel Barber no Teatro do Adamastor Centro

Uma narrativa forte e atual, excelente exemplo de renovação da expressividade da ópera. Nos dias 31 de agosto (às 20h) e 1º de setembro (19h) a Prefeitura de Guarulhos apresenta a ópera Vanessa, de Samuel Barber, interpretada pela Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos (OJMG) no Teatro do Adamastor Centro. A classificação dos espetáculos é livre e os ingressos gratuitos devem ser retirados na bilheteria do teatro com duas horas de antecedência das apresentações.

Espetáculo em três atos, Vanessa é a 14ª ópera apresentada pela OJMG, uma tradição que se mantém ao longo de seus 16 anos de existência. Título inédito no Brasil, a obra do americano Samuel Barber estreou nos EUA em 1958.

Além dos 75 jovens instrumentistas da orquestra e de cantores da Associação Vocal Lírico Cora Leste, o espetáculo conta com a direção artística e musical do maestro Emiliano Patarra. Quem assina a direção é Marcelo Cardoso Gama, especialista em direção teatral de óperas contemporâneas e responsável pelas primeiras audições mundiais de diversos compositores. A direção técnica conta ainda com o americano Jeremy Reger, doutor em música e pianista preparador especialista em óperas. 

A obra narra os conflitos entre o idealismo romântico e a realidade emocional de três mulheres. Depois de esperar 20 anos pelo retorno de seu amante Anatol, Vanessa acaba por conhecer seu filho, de mesmo nome, por quem se torna obsessivamente atraída. Enquanto isso, o jovem se envolve com a sobrinha de Vanessa, Erika, que não se sente segura sobre essa relação. A mãe de Vanessa, a Baronesa, assiste a tudo isso e faz graves julgamentos em relação à filha e à neta, recusando-se a trocar palavras com elas por acreditar que estão vivendo uma mentira.

No elenco, a ópera de Barber traz ao palco do Teatro do Adamastor Centro grandes talentos, como a da soprano Tati Helene no papel de Vanessa e o tenor Flávio Leite no papel de Anatol, além de Luisa Francesconi (Erika), Juliana Taino (Baronesa) e Flávio Lauria (Mordomo), entre outros.

Samuel Barber

Samuel Osborne Barber foi um compositor norte-americano de música erudita. Uma de suas obras mais conhecidas é “Adagio for Strings”. Começou a compor com sete anos de idade; os seus estudos formais foram feitos no “Instituto de Música Curtis”, em Philadelphia. Aos 25 anos tornou-se membro da Academia Americana em Roma e também foi tema do filme “platoon”.

Compôs o conhecido “Concerto para Violino” Opus 14 sendo este interpretado pelo grande violinista Isaac Stern, e a obra “Music for a Scene from Shelley”, Opus 7, esta última baseada num poema de Percy Bysshe Shelley. É o autor de um Concerto para Piano e Orquestra e de uma Sonata para Piano. Sua ópera “Vanessa” (1957), ganhou o Prémio Pulitzer de Música. Em 1963 voltou a receber o Prêmio por Piano Concerto.

Serviço:

Datas: 31 de agosto (às 20h) e 1º de setembro (19h)

Local: Teatro do Adamastor Centro – avenida Monteiro Lobato, 734 – Macedo

Entrada gratuita (retirada de ingressos com duas horas de antecedência na bilheteria do teatro)

Classificação livre