Vereador quer cobrar EDP para eliminar fios ‘mortos’

Durante os trabalhos da 50ª sessão extraordinária, dia 6, o vereador Marcelo Seminaldo, do PT, relatou problemas com o serviço realizado pela EDP. O parlamentar relembrou ainda de uma antiga Comissão Especial de Inquérito que investigava o excesso de fios mortos nos postes da cidade.

“E eu me lembrei que nessa Casa, inclusive, eu participei dessa CEI, que era uma CEI que tratava da questão dos cabos mortos, os cabos que ficam dependurado nos postes da nossa cidade. Eles se comprometeram a eliminar boa parte desses cabos mortos no decorrer daquele período. E olhando agora, eu percebi que os postes de energia elétrica da nossa cidade mais parecem varal, cheio de coisa amarrada, porque de fato é fio para todo lado. Convoco e gostaria de contar com os senhores vereadores para a gente retomar essa questão dos cabos mortos que existem nos postes de energia elétrica da nossa cidade. Aliás, estou vendo o vereador Rômulo e, na imagem dele, tem um monte de fio e deve ter cabo que não está sendo utilizado também. Tem que chamar de novo a empresa EDP Bandeirante e ir para cima porque é nossa responsabilidade fazer que a nossa cidade seja um lugar mais agradável, mais seguro. Eles têm que respeitar os cidadãos da cidade de Guarulhos”.

Como uma possível solução, o vereador Wesley Casa Forte, do PSB, comentou sobre um projeto de lei que prevê a instalação subterrânea desses fios.

“Quero fazer coro junto com meu amigo, vereador Marcelo Seminaldo, que inclusive também já pautou um projeto nessa Casa, anteriormente, com relação aos cabeamentos subterrâneos no nosso município. Coloquei esse projeto que está tramitando nas comissões, claro, um projeto de suma importância para a cidade. É muito vergonhoso uma empresa que presta serviço dentro do nosso município, que realmente, parece mais um varal. Sem contar com o risco de vida, muitas pessoas, inclusive, já foram a óbito, por causa de cabeamento que passa próximo das residências; cabeamentos inclusive de telefonia, que são vários fios de telefone, aquele emaranhando de fios em toda a extensão do município. É vergonhoso para a cidade, então nós temos que ter um posicionamento. Acredito que esse projeto deva ser da Casa, dos 34 vereadores. Nós temos que olhar pela cidade”, disse Wesley Casa Forte.