Construção do monotrilho no Aeroporto de Guarulhos ainda segue sem prazo para iniciar

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

O projeto do monotrilho que vai ligar a estação Aeroporto da Linha-13 Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), até os terminais 1,2 e 3 do Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos em Cumbica, ainda segue sem prazo para iniciar as obras, já que o processo de seleção da empresa que implantará o sistema de transporte ainda segue em andamento.

O HOJE entrou em contato com o Ministério da Infraestrutura, que em nota, também afirmou que aguarda o término deste processo. “A Secretaria Nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura aguarda a tramitação do processo, que implica o cumprimento de requisitos para a elaboração de termo aditivo ao contrato de concessão do Aeroporto de Guarulhos, o que está sendo tratado entre o concessionário e a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC)”.

Já a concessionária do aeroporto, o GRU Airport, destacou em nota que trabalha junto as autoridades competentes para a contratação do sistema automático que interligará a estação da CPTM e os terminais de passageiros do aeroporto. De acordo com a própria concessionária, mais de dez empresas já demonstraram interesse no projeto.

O projeto do monotrilho teria capacidade para atender até dois mil passageiros por hora em cada sentido. O projeto denominado People Mover CPTM-GRU tem previsão de ter uma extensão de 2,6 km, com um tempo de deslocamento previsto de seis minutos, entre a estação Aeroporto até o Terminal 3.

Foto: Divulgação