Escola da Prefeitura no Bonsucesso recebe laboratórios móveis de informática

Na manhã dessa quinta-feira (17), a Escola da Prefeitura de Guarulhos “Jocymara de Falchi Jorge”, no Bonsucesso, recebeu dois laboratórios móveis de informática com 40 netbooks cada um, para uso das turmas do ensino fundamental.  A entrega contou com a presença do prefeito Guti, do secretário de Educação, Paulo Matheus, e demais profissionais da área.

Os laboratórios móveis de informática fazem parte do PLUG, programa de inclusão digital que conecta as escolas da Prefeitura, disponibilizando ferramentas tecnológicas para melhorar a qualidade da educação na cidade.

Na ocasião, Guti apresentou a novidade aos alunos que ficaram entusiasmados em saber que poderão estudar com os computadores em sala de aula. “Esses netbooks vão possibilitar que vocês, crianças, tenham acesso à internet e a centenas de aplicativos educacionais, que serão controlados pelos professores. Com certeza, as aulas vão ser muito produtivas e divertidas. Investir na educação é investir no futuro do nosso País”, destacou Guti.  

Plug

Durante a aula de informática, cada estudante poderá manusear o netbook individualmente, sem ter de esperar que o colega libere o equipamento, já que haverá uma máquina por aluno. Outra vantagem é a facilidade de deslocamento dos computadores portáteis, feito por meio de um carrinho específico. A instalação dos aparelhos é feita de forma rápida em diferentes espaços da sala de aula.

Até o final desse ano, a Prefeitura de Guarulhos entregará às unidades escolares da rede que oferecem ensino fundamental, 63 laboratórios móveis com 40 netbooks cada um. As escolas de médio e de grande porte, com mais de dez salas de ensino fundamental, serão equipadas com dois laboratórios móveis cada, para que cada turma trabalhe com os netbooks ao menos uma vez por semana.

Os netbooks contam como sistema operacional Windows 10 e pacote Office, processador Intel Celeron N3350, atual, 4GB de RAM, SSD de 120 e tela sensível ao toque capacitivo com caneta. Os alunos podem usar com tranquilidade os computadores, que passaram por testes de resistência.

Foto: Divulgação PMG