Fevereiro teve chuvas acima da média em Guarulhos, aponta a Defesa Civil

A média histórica das chuvas de fevereiro foi superada em 2020 em Guarulhos. De 219 mm, o índice saltou para 274,6 mm no segundo mês do ano, um crescimento de 26,3%. As regiões central e da Cidade Soberana registraram os maiores índices de chuvas nos 29 dias do mês, com 544mm (148% a mais) e 587mm (168% a mais) de precipitações, respectivamente.

Em atendimento às ocorrências, os agentes de Proteção e Defesa Civil notificaram 181 residências em áreas de risco e distribuíram mais de mil doações, entre colchões, cestas básicas, vestimentas, roupas de cama, kits de limpeza e higiene pessoal. O Fundo Social de Solidariedade recebeu doações de aproximadamente 15 mil litros de água mineral, cerca de 4,5 toneladas de alimentos e aproximadamente 40 mil peças de roupas e calçados, além de produtos de higiene pessoal e de limpeza.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Waldir Pires, não há como prever se março irá superar o último índice. “Fevereiro foi atípico e tudo está muito imprevisível. O mês trouxe mais de 120 ocorrências de deslizamento devido às chuvas acima da média, portanto, o trabalho não para. Seguiremos diariamente com o monitoramento dos aparelhos pluviométricos, o acompanhamento nas comunidades e orientação à população”, explica Pires. Houve 62% a mais de ocorrências atendidas pela Defesa Civil em fevereiro deste ano na comparação com 2019.

Durante o ano inteiro a Defesa Civil monitora constantemente 91 áreas de risco. No entanto, durante os meses do ano que costumam registrar maior precipitação (novembro a março), o Plano Verão é ativado e mobiliza todos os serviços públicos no reforço das ações para minimizar os danos do clima chuvoso.