Covid-19: Com menor intensidade, número de casos volta a crescer e registra alta de 2,9% nos últimos sete dias

Pesquisadores da rede pública de saúde do Distrito Federal estudam evolução do coronavírus, causador da Covid-19, em pacientes.

Antônio Boaventura
[email protected]

O município apresenta alta de 2,9% de casos de populares contagiados pelo novo coronavírus nos últimos sete dias. De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica Municipal, essa quantidade saltou de 26.029 para 26.786, ou seja, 757 novos indivíduos portando o vírus contra 872 da semana anterior.

Contudo, o prefeito Guti (PSD) entende que a situação ainda é confortável, além de destacar o nível de ocupação de leitos de UTI que aumentou de mais de 52,4% para 52,7%. Já os locais classificados como de enfermaria registraram na semana anterior uma ocupação de aproximadamente 63,7% e passaram para 50,9%, ou seja, uma queda de 12,8%.

“Separamos R$ 12 milhões do orçamento da Saúde para a vacina. Fizemos a testagem rápida e na primeira leva desse segundo round foram testadas 2.016 pessoas com 83% não reagentes e outros 16% reagentes. São mais de 100 pessoas envolvidas neste mutirão”, disse o prefeito.

A região central continua sendo aquela que apresenta maior número de casos no município. Saltou de 7.535 para 7.770. Na sequência aparece o território que abrange o Jardim São João com 6.929. Antes eram 6.779 infectados. Os bairros que compõe o distrito da Cantareira estão no terceiro lugar com maior incidência de contaminados pelo novo coronavírus em Guarulhos. Por lá, 6.730 pessoas testaram positivo para covid-19. No Pimentas, uma das regiões mais populosas da cidade, o número passou de 5.056 para 5.242.

“Como os números estão melhorando, porém, ainda não podemos comemorar. Esperamos que melhore cada vez”, concluiu Guti que informou, ainda, que a partir da próxima semana a live com a atualização do número de casos do coronavírus ocorrerá sempre às sextas-feiras.