Após confirmar 2 infecções, Guarulhos investiga mais 4 casos suspeitos da variante Delta

Mais transmissível que as outras mutações do novo coronavírus, a variante Delta avança em Guarulhos. Nesta quinta-feira (26), a Secretaria de Saúde confirmou os dois casos suspeitos da cepa na cidade.

Tratam-se de duas mulheres, uma de 36 e outra de 53 anos, que contraíram covid-19 em julho, tiveram sintomas leves, foram atendidas na rede municipal de Saúde, não necessitaram de internação e passam bem. Além disso, a pasta investiga outros quatro casos suspeitos.

Último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, nesta terça-feira (24), aponta que o Brasil confirmou 1.405 casos confirmados da variante Delta do novo coronavírus. O número é 33% maior do que o total de diagnósticos positivos notificados até uma semana atrás (1.051). Ao todo, a cepa já está presente em 16 estados e no Distrito Federal e resultou em 50 mortes no País, 21% a mais do que o total há uma semana. Identificada originalmente na Índia, a cepa é mais transmissível e tem colocado especialistas em alerta.

Além do Distrito Federal, os 16 Estados que registraram casos positivos da variante até o momento são: Alagoas, Amapá, Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Entre esses casos, 50 óbitos foram confirmados para a variante. Eles ocorreram no Distrito Federal, que registrou quatro mortes, e em oito Estados: Goiás (1), Maranhão (1), Minas Gerais (2), Paraná (19), Pernambuco (1), Rio de Janeiro (10), Rio Grande do Sul (11) e Santa Catarina (1).