Guarulhos tem mais empresas abertas do que fechadas neste ano

Mesmo com a crise econômica, Guarulhos contabiliza nos dez primeiros meses deste ano uma quantidade maior de empresas abertas do que as que fecharam as portas. No total, foram registrados 13.507 novos estabelecimentos nos dez primeiros meses deste ano na Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp) contra 2.021 fechadas.

O volume de empresas abertas foi superior ao observado em igual período de 2015, quando 13.377 companhias foram estabelecidas no município – o que representa um crescimento de 1%. Os dados estão disponíveis no site da autarquia.
A cidade acompanhou uma tendência nacional quando o número de novas empresas cresceu 1% no acumulado do ano em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional.

O Sudeste e o Sul foram as regiões responsáveis pelo crescimento das empresas. No acumulado do ano em comparação com o mesmo período do ano anterior, registraram alta de 2,8%. As demais regiões apresentaram queda no período: Nordeste (2,5%), Norte (3,1%) e Centro-Oeste (3,4%). Com isso, Sudeste e Sul apresentaram ganho de representatividade – no Sul passou de 16,6% para 16,7% e o Sudeste aumentou de 50,7% para 51,8%.

Segundo levantamento da Jucesp, dentre as principais atividades que apresentaram procura por novos registros, destacam-se os setores ligados ao vestuário, beleza e alimentação. Além disso, a maior parte dos novos estabelecimentos de Guarulhos são micro empresas, com 12.611 registros; seguidos por empresas de pequeno porte, 622; e normal com 274. Já dentre os tipos jurídicos solicitados estão empresário (11.257), Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – Eireli (1.099), grupo (32), cooperativa (3) e consórcio (1).

Reportagem: Rosana Ibanez
Foto: Ivanildo Porto