CarnaRock leva bandas da cidade para o Calçadão da Dom Pedro

Se você acha que Rock e Carnaval são ritmos avessos que não combinam e que onde há um, não pode haver o outro, esqueça tudo o que pensa que sabe. Pegue suas velhas certezas, coloque tudo isso numa mochila e tranque num armário.
Pronto! Você já está preparado para o CarnaRock 2017, evento da Associação Cultural Rock Guarulhos, em parceria com a prefeitura vai reunir no próximo sábado (25) , sábado de Carnaval, a partir das 13h, algumas das mais peculiares e vorazes expressões do rock guarulhense no calçadão da Rua Dom Pedro, no centro.

O CarnaRock vai contemplar gostos os mais variados, desde aqueles que não dispensam o peso do hardcore e do metal extremo, vociferado e nervoso, a composições poéticas, melódicas e bem trabalhadas, que te embalam e te fazem viajar para outras constelações.

Conheça as bandas do CarnaRock 2017

Banda Up6r4de

Para os músicos das bandas da ACRG, a expectativa é que os roqueiros saiam da toca em pleno carnaval e que compareçam ao evento com seus amigos e familiares para prestigiar as bandas guarulhenses. Quem vier, não vai se arrepender, garantem.
Formada em 2001, o Up6r4de agrega uma pegada brutal da bateria com riffs do metal extremo, efeitos e batidas eletrônicas e letras fortes que abordam temas sociais e políticos.

Arhes 21

Um trabalho profissional, com músicas autorais, arranjos bem elaborados, letras poéticas e positivas que levam mensagens cristãs de esperança, amor, união, fé, essa é a pegada do Arhes 21, que promete te embalar com muito rock’n’roll do começo ao fim.
De acordo com o vocalista Alê Aquino, o Arhes 21 tem compromisso com a mensagem que levam: “queremos que as pessoas se sintam bem escutando a música, não só para agitar, mas que elas possam ter uma mensagem de positividade”.

Damnation Society

Metal, thrash e heavy metal resume o estilo forte do Damnation Society, banda que encontra influências em ícones como Metallica, Iron Maiden, Pantera, Slayer, Testament, Anthrax, Exodus, Cannibal Corpse, Brujeria, Black Label Society, entre outros.

Vitrola Mágica

A banda Vitrola Mágica surgiu em outubro de 2009 quando o guitarrista Douglas Cruz e o baixista Zinho Byl se uniram ao cantor e cineasta Rubens Mello, para a gravação do CD “Canções dos Guarus”, financiado pelo Fundo Municipal de Cultura, na cidade de Guarulhos.

Resistência Terminal

A banda Resistência Terminal utiliza em suas composições vertentes musicais bastante diferenciadas dentro dos subgêneros do metal, porém com incontestável predominância do thrash e death.

Reboco

O projeto Reboco surgiu em abril de 2010, da união de músicos de duas bandas bem calejadas do underground paulista, que carregam na bagagem a experiência de participar de inúmeros eventos do cenário independente nacional e internacional, incluindo shows nas principais capitais do Brasil e em cidades do Chile e da Argentina.

Outras duas bandas no SambaRock será o The Drivers, a única banda cover do festival, que trará algumas interpretações de grandes ícones do rock nacional e internacional, como Barão Vermelho, The Smiths, Oasis, David Bowie, Kings of Leon. Já a banda Screams Of Hate inicia um novo capítulo em sua trajetória com a entrada de dois novos membros, Clayton (vocais) e Thiago (guitarra), em março de 2011, e consolida sua estrutura com outros integrantes: Alexandre (Guitarra), Vicente (Baixo) e Marcelo (Bateria). A química musical entre os músicos e a dedicação foi tão rápida e surpreendente.