Professores da rede estadual em Guarulhos entram em greve nesta 6ª

Apesar dos professores das escolas estaduais de São Paulo terem entrado em greve na última terça-feira (28), em Guarulhos os profissionais optaram por aderir em sua totalidade apenas nesta sexta-feira (31). Além de protestos contra a reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer (PMDB), eles também reivindicam reajuste de salário.

A Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) confirmou a paralisação total das atividades em apenas cinco escolas entre as 160 da rede estadual na cidade. Nas demais, a greve ocorreu de forma parcial. Guarulhos conta com aproximadamente 6 mil professores ligados ao governo do estado.

“No dia 31 teremos 100% das escolas fechadas. Isso por que os professores irão participar na avenida Paulista de uma assembleia que definirá os rumos da categoria e a nossa posição contra a reforma da previdência”, declarou a diretora executiva da Apeoesp-Guarulhos, Eliana Nunes.

Ela também ressaltou que a entidade pretende se reunir com a Secretaria de Estado da Educação para discutir o reajuste salarial da categoria e condições de trabalho. “Nós já pedimos o agendamento de uma reunião com a Secretaria de Educação para discutir a questão de reajuste e o fechamento de sala de aulas, além do desemprego que estas situações estão provocando”, concluiu.

Reportagem: Antônio Boaventura
Foto: Ivanildo Porto