O Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região mobilizou mais de 1.200 trabalhadores nesta sexta (30), em protestos contra as reformas trabalhista e previdenciária do governo Temer. Logo nas primeiras horas da manhã, diretores e assessores estiveram nas empresas Marília (Macedo), U-Shin (Santo Afonso), Reydel (Cumbica) e Flexform (Cumbica).

O presidente do Sindicato, José Pereira dos Santos, esteve na Flexform. Ele destaca: “O governo agride direitos e conquistas dos trabalhadores. Nossa luta contra o desmonte das leis trabalhistas e da Previdência, as maldades e ‘pegadinhas’ do governo, tem apoio no chão de fábrica e mobiliza o trabalhador”.

1 COMENTÁRIO

  1. A decadência do partido dos trabalhadores é inegável, outrora, quando fazia qualquer tipo de manifestação, vinha milhões, hoje uma bagatela de 1200 pessoas que não faz a menor diferença. A persistência desses representantes, que não representa ninguém, pelo contrário, representa uma boa parte da corrupção no país e, a falência do brasileiro, tudo está ligado ao partirdo dos trabalhadores, que infelizmente, demonstra a desgraça que impera no Brasil.. acorda Guarulhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here