Moradores do Jardim Moreira e Jardim Valéria reclamam da falta de abastecimento de água pelo Saae

Os moradores do Jardim Moreira e do Condomínio Nova Guarulhos I, localizado no Jardim Valéria, reclamam da falta de abastecimento realizado pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae). No caso do Jardim Moreira, a situação ocorre na rua Nova Iguaçu, onde os moradores já lidam com a questão de racionamento.

“Na sexta-feira, a água foi embora por volta das 17h, no sábado, era dia de rodízio, mas no domingo, era dia de água e não teve. Além desses problemas, quando tentamos entrar em contato com o Saae, o serviço de atendimento é horrível”, disse a dona de casa Joice Harumi, revelando que mesmo diante da economia de água, a conta sempre vem com o mesmo preço no final do mês.

Já a situação dos moradores do Condomínio Nova Guarulhos I, localizado na rua Andorinha, no Jardim Valéria é parecida, e diante de um comunicado da administração, o condomínio esclarece que também está realizando rodízio durante determinados horários. “Devido ao escasso fornecimento de água pelo Saae o condomínio irá entrar em rodízio nos horários das 09h às 11h30, período sem água e das 13h às 19h sem água”, informa o comunicado da administração.

Segundo Joice Harumi, quando entrou em contato com os serviços de comunicação o atendimento foi demorado. “No WhatsApp mandei mensagem pela manhã e me responderam apenas às 20h. Já no 0800, ficou apenas na musiquinha”, afirmou Harumi.

Em resposta a reportagem do HOJE, o Saae alegou quanto à demora na resposta que devido aos problemas identificados com relação à leitura nas contas, há um natural aumento da busca dos consumidores pelos canais de atendimento, o que faz aumentar significativamente a demanda em determinados horários do dia.
Já em relação sobre a falta de água, o Saae afirmou que devido ao período de calor, aumenta o consumo por parte da população e com isso, acaba fechando os registros mais cedo. “O Saae é obrigado a fechar, em alguns dias, os registros mais cedo que o previsto, a fim de que os reservatórios voltem a ficar cheios para manter o abastecimento planejado. Nos finais de semana, com o maior número de pessoas em casa, o consumo também aumenta significativamente. Há ainda a volta de práticas como lavagem de carros e de calçadas, por parte da população, que fazem com que o consumo aumente”.

Reportagem: Ulisses Carvalho
[email protected]

Foto: Ivanildo Porto