Operação da Polícia Civil desarticula quadrilha e apreende Lamborghini em Guarulhos

A Operação da Polícia Civil de nome Black Tie, prendeu 33 pessoas, lembrando que até o momento essa prisão é temporária pelo período de 30 dias. Segundo a polícia, essas pessoas são suspeitas de formação de quadrilha, que teria chegado a lucrar cerca de R$ 1 milhão com o comércio de entorpecentes. Além dessa acusação, o grupo também utilizava uma fábrica de ternos para envolver um esquema de lavagem de dinheiro.

Em Guarulhos, uma das cidades envolvidas na operação, policiais apreenderam dois veículos de luxo, uma Lamborghini e um Audi, levados para a 2° Delegacia Regional da Polícia Civil (Depol), na cidade mineira de Alfenas. A operação reuniu mais de 170 homens da polícia, além de efetuar prisões nas cidades de Paraguaçu, Elói Mendes, Alfenas, Machado, Poço Fundo, Varginha, Extrema e Boa Esperança, no Sul de Minas, além de Guarulhos, Bragança Paulista e Botucatu, em São Paulo.

O grande foco da operação foi na cidade mineira de Paraguaçu, devido a grande quantidade de fábrica de ternos, realizando não somente prisões, mas também condução coercitiva.

Foto: Reprodução EPTV