Polícia Federal realiza apreensão de cocaína e metanfetamina no Aeroporto de Cumbica

Em ações distintas realizadas pela PF e Receita Federal, entre a noite de ontem e madrugada desta quinta-feira (28), no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, foi apreendido um volume superior a 10 KG de drogas com passageiros de voos internacionais.

Policiais federais realizavam, na noite de quarta-feira (27), fiscalização de rotina na fila do check-in de voo com destino a Conacri, cidade da República da Guiné, e perceberam o nervosismo de uma passageira ao notar sua presença. A passageira, nacional da Guiana, foi retirada da fila e teve suas bagagens submetidas ao aparelho de raio-x, momento em que foi possível perceber a existência de diversos pontos contendo substância orgânica espalhados dentro de uma de suas malas. A bagagem foi aberta e nela havia várias roupas com botões grandes e semelhantes. Os policiais abriram um dos botões e localizaram a substância oculta. Na delegacia, após a realização dos exames periciais preliminares e busca pessoal, ficou constatada a existência de mais de 1 Kg de cocaína que estava escondido em botões, carregadores e em um cilindro que a mulher havia introduzido no corpo. Ao receber voz de prisão, a mulher de 24 anos de idade, confessou ter engolido mais 44 cápsulas. Devido ao risco de morte pela ingestão da droga, a presa foi conduzida imediatamente ao hospital.

Na manhã de hoje (28), servidores da Receita Federal, que atuam nos canais alfandegários, selecionaram um passageiro, que desembarcou de voo procedente de Madri, na Espanha, para inspeção das bagagens. Por meio do raio-x foi identificada a existência de substância orgânica nas estruturas de uma de suas malas. Os policiais federais foram acionados e conduziram o suspeito à delegacia para realização dos exames periciais. Dentro das estruturas da mala suspeita foi localizado um pacote contendo um pó, identificado pelos peritos federais como metanfetamina. A mesma droga foi encontrada diluída dentro de duas garrafas que estavam em outra mala. O brasileiro, de 25 anos de idade, recebeu voz de prisão.