Justiça condena homem por exploração irregular de terreno nas imediações do rio Cabuçu

A 10ª Câmara Criminal Extraordinária do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo condenou José Vieira Primo, 70 anos, por exploração comercial irregular de terreno em área considerada manancial nas proximidades do rio Cabuçu. Sua pena foi de 1 ano e 8 meses de reclusão, porém, em função de sua idade a mesma acabou convertida pelo pagamento de 5 salários mínimos.

*Confira maiores informações na edição desta quarta-feira (18).