Prefeitura fiscaliza denúncia de aterro clandestino no Cabuçu

Em reposta a um vídeo que circulou nas redes sociais nos últimos dias com denúncia de movimentação no aterro clandestino localizado na rua Restinga, região do Cabuçu, que já havia sido lacrado pela Prefeitura de Guarulhos no final de agosto, a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) realizou fiscalização no local nesta segunda-feira (16).

Os fiscais da Sema constataram recente movimentação de terra, porém o responsável não foi localizado. Diversas ações anteriores já foram realizadas pela Sema no local, em parceria com a Guarda Civil Metropolitana e a Polícia Militar, com apreensão de oito caminhões e emissão de notificações ao proprietário.

Uma barreira física para impedir o acesso dos caminhões ao aterro clandestino está sendo providenciada pela Prefeitura, que continua, através da Sema, com constante fiscalização no local.

Prefeitura interdita central de reciclagem clandestina

Na segunda-feira (9), a Prefeitura de Guarulhos lacrou uma central de reciclagem e aterro clandestino no Cabuçu (avenida Pedro de Souza Lopes), e um aterro clandestino no Taboão (avenida Silvestre Pires de Freitas, 1.980). Neste último caso, houve apreensão máquina retro escavadeira.

A população pode colaborar com a Prefeitura, através do Disque Denuncia Verde 0800 772 2006. Não é necessário se identificar.