Com verba federal, reforma do P.A. Paraíso terá custo aproximado de R$ 2 milhões

A reforma do Pronto Atendimento do Jardim Paraíso, que está programada para acontecer durante o mês de dezembro, terá um custo de R$ 1,9 milhão. Segundo a prefeitura, por meio da secretaria de Saúde, as benfeitorias no local terão duração de 1 ano. Os pacientes devem ser direcionados para o Pronto Atendimento Paraventi e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Paulista.

O Governo Municipal também revelou que o P.A. Paraíso, responsável pelo atendimento de aproximadamente 12.500 pacientes por mês, irá se transformar em Unidade de Pronto Atendimento (UPA) após a conclusão da reforma.  Já as unidades que vão absorver o atendimento durante o período de obras, atendem juntas quase 16 mil usuários mensalmente.

Mas para que a reforma daquela unidade de saúde possa acontecer, a Administração Pública precisa dispor da quantia de R$ 211 mil como contrapartida do montante de R$ 1,9 milhão disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

Este recurso foi disponibilizado em 2008 para à reforma do Pronto Atendimento São João, unidade que foi transformada em UPA. Por este motivo, seis anos mais tarde foi solicitado ao Ministério da Saúde, que solicitou modificações no plano de trabalho, autorização para utilizar integralmente a verba para a reforma do PA Paraíso, que também será transformada em UPA.

A prefeitura disse que já se organiza com abastecimento de insumos e medicamentos, bem como com o fortalecimento do quadro de funcionários nessas unidades para suprir a necessidade dos pacientes. Os funcionários serão realocados temporariamente na UPA Cumbica, que teve as obras terminadas em 2013, e deve ser inaugurada no próximo mês sob a administração da Fundação do ABC.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto