Criança dorme em cadeira por falta de leito no Hospital Municipal da Criança e do Adolescente

Criança dorme em cadeira por falta de leito no Hospital Municipal da Criança e do Adolescente

Uma menina de oito anos, M.E.F.L, passou a noite dormindo em uma cadeira do Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA), localizado na rua José Maurício, n° 165, no Centro. De acordo com a família da criança, ela deu entrada no hospital na noite da quarta-feira (28), com dores abdominais, porém, o hospital teria informado que a criança deveria ficar internada, mas não havia leito suficiente, segundo o tio da menina, Tobias Thiago Machado, líder de portaria, 35.

A criança teria passado a noite de quarta para quinta-feira (29), dormindo na cadeira do hospital, conseguindo leito somente às 16h, segundo Machado. “É uma vergonha, fui visitar minha sobrinha e ela estava deitada em uma cadeira, reclamando de dores”, revelou Machado.

A família que mora no bairro Ponte Alta alega que havia leitos disponíveis no hospital. “Havia leitos novos pelo que vimos, porém,  a administração do hospital não soube explicar”, afirmou Machado.

Em nota, o Instituto Gerir, responsável pela administração do HMCA, afirmou que a reclamação dos familiares do paciente sobre leitos que havia no local não procede. “O que os familiares da paciente viram foram os novos berços que vão substituir os antigos em uma ação de remodelação do mobiliário”, afirmou destacando que a criança deu entrada no dia 28, passando por avaliação da gastroenterologista, especialidade médica que cuida de doenças no aparelho digestivo, sendo internada no dia 29 de março e recebendo alta neste domingo (01).

Reportagem: Ulisses Carvalho

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

 

 

4 Comentários neste post

  1. edilma

    Levei minha filha durante 10 dias seguidos nesse hospital com dores abdominais nausea e os diziam que era virose algo que ela tinha comido infecção urinaria etc. Ate lavagem fizeram na minha filha ela sofreu muito ate que um dia Deus enviou uma medica que encaminhou ela com cirurgiao o cirurgiao maravilhoso um anjo de Deus levou ela as pressas pra o centro cirurgico suspeitando de uma apendicite complicada quando ele abriu nao era nada disso e sim um tumor que minha filha tinha no ovario com apenas 10 anos de idade teve que tirar o ovario pois ja estava necrosando por pouco nao perdi minha filha, tem medico bom nesse hospital mas tem outros que nao sei o que fazem ai pois tudo pra eles e virose

    Responder
  2. Mizão

    Não é verdade o conteúdo da reportagem, a criança estava realizando exames e quis descansar nos bancos antes da internação, o hospital possui leitos disponíveis sim.

    Responder
  3. Alessandra Soares

    OLHA SÓ A PATIFARIA JÁ NÃO BASTA OS ADULTOS AGORA NOSSAS CRIANÇAS PAGANDO UM PREÇO POR UMA CORJA DE MAUS ADMINISTRADORES A SAÚDE DE GUARULHOS ESTÁ FALIDA

    Responder
  4. Tobias Machado

    Boa noite. Tenho documentos que provam que ela foi internada dia 28. O que não pode ocorrer eh mesmo que ela ficasse esperando atendimento médico das 21 as 16. Ficar jogada em cadeiras, isso eh certo ????? Volto a dizer tenho documentos que comprovam o a data de internação.

    Responder

Deixe seu Comentário