Para melhorar a manutenção estrutural do zoológico do município, a Prefeitura de Guarulhos conta com a aprovação do projeto de lei que cria o Fundo do Zoológico Municipal de Guarulhos (FundoZoo). A proposta será avaliada pelos vereadores em sessão parlamentar a ser realizada nesta terça-feira (10).

“Como o dinheiro do fundo do meio ambiente não pode ser usado para manutenção e obras, este fundo foi criado para facilitar o processo de manutenção do zoológico. Lá está largado e com o passar do tempo creio que vai deixar de existir. Como está em condição precária o governo resolveu criar o fundo”, explicou o líder do governo, vereador Eduardo Carneiro (PSB).

De acordo com Carneiro, a situação precária afeta até mesmo a segurança do local. Ele revelou que por falta de condições financeiras, a administração municipal não conseguiu fazer a substituição das câmeras de segurança que estão danificadas.

“A situação por lá é tão precária, que a prefeitura não tem dinheiro nem para trocar as câmeras de segurança que foi um Termo de Ajuste de Conduta junto ao Ministério Público Estadual”, concluiu.

Além da criação do FundoZoo, a gestão Guti (PSB) também sugere a modificação da legislação do Programa Bicho Legal – Adote um animal. O propósito é oferecer à população a chance de adotar financeiramente um bicho do zoológico. A iniciativa ajudaria na manutenção e no tratamento dos animais e na construção e conservação de recintos que os abrigam.

A prefeitura também espera pela aprovação das propostas de criação da Câmara de Prevenção e Resolução Administrativa de Conflitos e a Câmara de Conciliação de Precatórios pelos vereadores. Esta medida tem como objetivo realizar acordos ou transações administrativas que previnam ou resolvam conflitos, incluindo os judiciais.

Antônio Boaventura

antonio.boaventura@guarulhoshoje.com.br

Foto: Ivanildo Porto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here