Proguaru diminui uso de estrutura devido à greve dos caminhoneiros

O país já tem sentido os reflexos da falta de abastecimento, sobretudo de combustível, por conta da greve dos caminhoneiros. Em ação preventiva, a Proguaru (Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A) diminuirá em 30% o uso de suas máquinas, equipamentos e veículos nesta quinta-feira, 24 de maio. Somente o Centro Operacional Cabuçu está com suas atividades paralisadas totalmente e seus equipamentos 100% recolhidos, devido a ameaças sofridas pelos trabalhadores, vindas dos manifestantes, que exigem a adesão de todos na manifestação.

A decisão tomada pela Diretoria da Proguaru tem por objetivo principal manter uma reserva técnica para eventuais emergências, bem como o de manter a integridade física de nossos motoristas em caso de depredações, o que afetará diretamente a todos os serviços de zeladoria realizados pela empresa, tais como tapa-buracos, varrição, capina, manutenção de vias e pavimentação, dentre outros, inclusive o transporte dos trabalhadores.

Caso o impasse entre caminhoneiros e União continue, por cautela, a empresa reduzirá o uso de sua estrutura em mais 10% no próximo sábado e domingo, dando prioridade somente às ações indispensáveis e emergenciais. O C.O. Cabuçu continuará fechado neste período, até segunda ordem.

Crédito da foto: Divulgação/Proguaru