Motoristas divergem sobre implantação do retorno na avenida Santos Dumont

Os motoristas que trafegam pela avenida Santos Dumont, no bairro de Cumbica, divergem sobre a eficácia do retorno implantado pela Secretaria de Transportes e Trânsito (STT) nesta quarta-feira (15). O acesso faz parte das obras do corredor de ônibus Santos Dumont, que teve o início em abril deste ano.

“Não moro na cidade de Guarulhos, mas frequento bem esta avenida para comprar acessórios para meus caminhões. Mas, ainda acredito que é cedo para se ter alguma avaliação sobre os benefícios, mesmo sem ainda entender o porquê da criação do retorno”, disse o caminhoneiro José Carvalho, 52 anos, morador da cidade de São Paulo.

O acesso tem como objetivo facilitar o tráfego nas vias locais que proporcionam acesso à rodovia Presidente Dutra e também para o bairro de Cumbica. Entre elas estão a rua Satélite, avenida São Matheus do Maranhão e avenida Guinle. A mudança deve durar cerca de dois meses e se faz necessária para a continuidade das obras de extensão do corredor.

Ainda no local, ocorre a pavimentação asfáltica da pista esquerda do corredor, nos dois sentidos. De acordo com a Prefeitura, o Corredor Santos Dumont tem previsão de ser entregue em dezembro deste ano e o valor integral está em torno de R$ 51milhões. Esse complexo vai beneficiar 90 mil passageiros por dia, que utilizam 26 linhas, com um total de 239 ônibus.

“Eu, particularmente, gostei. Acho que ficou mais fácil trafegar na avenida. Tem dia que é impossível andar aqui.. Vamos torcer para que dê certo”, afirmou o comerciante Marcos Pacheco, 58 anos.

Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto