Antônio Boaventura

[email protected]

Foto: Ivanildo Porto

As negociações entre prefeitura e ex-comissionados, que prestaram serviço à gestão do ex-prefeito Sebastião Almeida, agora no PDT, parecem estar próximas de um desfecho. Depois de mais de 20 meses de negociações, a gestão Guti chegou a um consenso com as representações dos ex-servidores para realizar o pagamento das verbas rescisórias. Entretanto, ainda não há data para que isso ocorra.

De acordo com a prefeitura, houve um encontro com representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública de Guarulhos (Stap) e do grupo de ex-funcionários para discutir o tema. E nela ficou acordado com as partes que o governo irá realizar o pagamento dos valores para quase 2 mil ex-comissionados.

A administração pública ressaltou que está fazendo o levantamento dos valores integral a serem quitados para elaborar o cronograma de pagamento. Assim que houver uma definição sobre este processo, um novo encontro ou reunião será marcada para informar qual será o procedimento adotado para quitação das verbas rescisórias.

Já a comissão formada por mulheres que foram exoneradas em janeiro de 2017 aponta, conforme comunicado que o HOJE teve acesso, que a prefeitura firmou compromisso com eles de apresentar as datas para pagamento no dia 15 de novembro deste ano.

Entre janeiro de 2009 e abril de 2016, o ex-prefeito Sebastião Almeida nomeou e manteve os cargos contrariando as constituições estaduais e federais. Segundo denúncia realizada pelo Ministério Público Estadual (MPE), em dezembro passado, o ex-petista criou inúmeros cargos que não correspondem a funções de assessoramento, chefia e de direção.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here