Mestre de Capoeira é assassinado a facadas após dizer que tinha votado no PT

O mestre de capoeira Romualdo Rosário da Costa, 63, foi assassinado com 12 facadas na região das costas na madrugada desta segunda-feira (08). De acordo com o site Extra, a morte ocorreu em um bar na cidade de Salvador, no estado da Bahia, e o mestre de capoeira teria sido morto após dizer que teria votado em Fernando Haddad, do Partido dos trabalhadores (PT).

Ainda segundo o Extra, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), teria afirmado que o autor do crime começou uma discussão, e teria manifestado apoio ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), porém, teria se irritado com o comentário da vítima, que teria afirmado preferir o PT.

Além do mestre de capoeira, Germinio Pereira, primo de Costa, também teria ficado ferido e foi encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Foto: Reprodução Redes Sociais