Reportagem: Ulisses Carvalho

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

As buscas pelo ajudante Leonardo do Santos Felipe, 18, chegaram ao sexto dia nesta segunda-feira (14), pelo Corpo de Bombeiros de Guarulhos, no Rio Tietê, na região do Vila Any. Uma das dificuldades encontradas pelos bombeiros é de que no local há muita mata, necessitando assim do bote de salvamento, além do apoio do helicóptero Águia da Polícia Militar.

Nesta segunda-feira, as buscas começaram logo na parte da manhã com seis bombeiros do 5° Grupamento, localizado na avenida Monteiro Lobato, na região do Macedo. Um corpo chegou a ser encontrado no sábado (12), no Rio Tietê, na cidade de Santana de Parnaíba, porém, não era do jovem, segundo os bombeiros.

O ajudante está desaparecido desde o dia 9 de janeiro (quarta-feira), quando estava trabalhando ao lado do tio, o caminhoneiro de 39 anos, Nereu Duarte Felipe, transportavam uma carga de madeira para São Paulo, quando transitavam pelo Rodoanel Mário Covas, na região de Arujá, e foram sequestrados.

De acordo com boletim de ocorrência lavrado no 4° Distrito Policial, dois veículos teriam ultrapassado o caminhão, e logo em seguida três teriam descido do veículo e anunciado o assalto. Enquanto um homem conduzia o caminhão os outros dois suspeitos pediram para as duas vítimas entraram no veículo de cabeça baixa.

As vítimas teriam sido conduzidas para um cativeiro no bairro do Jardim Guaracy, na região do Vila Any. Após ficar algumas horas, os dois conseguiram fugir durante o período noturno, porém, ao sair, passaram por uma área de mata em que não sabiam que se tratava do Rio Tietê.

Felipe não sabia nadar, de acordo com o tio, durante o depoimento prestado a polícia, que conseguiu nadar e pedir ajuda, porém, não teria conseguido observar se o sobrinho estava atrás. O Corpo de Bombeiros foi acionado para começar as buscas, já que a área é uma das partes mais poluídas do rio.

A ocorrência foi registrada como roubo de veículo, e até o momento, nenhum suspeito foi preso. O jovem é da cidade de Votorantim, no interior de São Paulo, e de acordo com a família, os criminosos teriam sacado R$ 1,5 mil da conta de Felipe no dia do assalto.

Foto: Corpo de Bombeiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here