Reportagem: Ulisses Carvalho

ulissescarvalho@grupomgcom.com.br

O problema da falta de fraldas ainda persiste nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), completando quatro meses, de acordo com informações do cuidador de idosos Júlio César Theodoro de Souza, 42, que compareceu a UBS do Jardim Fortaleza, localizada na rua Hilário Pires de Freitas, no bairro do Jardim Fortaleza, porém, foi comunicado de que ainda não chegaram as fraldas.

Diante dessa situação, Souza que pega as fraldas para a mãe, a aposentada Almerinda Ferreira de Cruz Souza, 74, alegou que está pensando entrar na Justiça para conseguir as fraldas. “Já são quatro meses sem,  e como não tenho dinheiro para comprar, estou recebendo doações, porém, são de tamanhos menores”, alegou.

De acordo com Souza, há fraldas apenas nos tamanhos P e M, porém, G e GG estão em falta. “Comprar eu não posso, já gastamos com remédios, e com isso, acabamos vivendo de doação, principalmente porque só mora eu e minha mãe”, afirmou o usuário que mora no Jardim Fortaleza.

Em resposta ao HOJE, a Secretaria de Saúde informou que o problema ocorreu após entraves no processo de licitação. “No entanto, o pregão realizado em janeiro foi concluído com êxito e está em fase de empenho. A previsão é que a situação seja regularizada em abril”, alegou em nota a secretaria.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here