Mais de 150 mil alunos voltam às aulas na rede estadual de Guarulhos nesta quarta-feira

Alunos e Professores do ensino médio na EE Alberto Cardoso de Mello Neto no bairro do Tremembé 19.08.2013 São Paulo/SP FOTO JOSÉ LUIS DA CONCEIÇÃO/A2FOTOGRAFIA

Nesta quarta-feira (31), 152 mil alunos da rede estadual de Guarulhos voltam às aulas nas 168 escolas no município, segundo dados da Secretaria de Educação do estado de São Paulo (Seduc), alegando ao HOJE que a escola com maior número de estudantes matriculados na cidade é a Escola Estadual Pimentas VII, com 2.447 alunos matriculados entre Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Ensino de Jovens e Adultos (EJA). A unidade escolar está localizada na avenida Marginal Sul, no bairro do Marcos Freire, região do Pimentas.

Enquanto no estado de São Paulo 3,5 milhões retornam a rotina escolar, somente na região metropolitana o número é de 478 mil alunos matriculados em 583 escolas da região. Professores e gestores já deram início ao segundo semestre do ano letivo desde segunda-feira (29) com atividades do planejamento escolar. O calendário prevê que o ano letivo de 2019 termine a partir do dia 16 de dezembro.

As datas foram publicadas em resolução da Seduc no Diário Oficial do Estado, porém cada escola pode organizar de forma autônoma o próprio calendário pedagógico e de atividades. Alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do Centro de Estudos de Línguas (CEL) também retornam as atividades a partir desta quarta. Somente no estado, o número de escolas estaduais é de cinco mil.

Novo calendário para 2020

A partir de 2020, as escolas estaduais de São Paulo terão um novo calendário escolar. Haverá a introdução de recessos de uma semana ao final do primeiro bimestre, no mês de abril; e do terceiro bimestre, em outubro. Assim, alunos e professores terão pausas ao término de todos os bimestres – ao final do segundo e do quarto bimestres, as férias estão mantidas.

O objetivo é organizar o calendário e o planejamento das atividades pedagógicas, além de garantir que docentes que atuam nas redes estadual e municipais consigam conciliar os períodos de recesso escolar e férias.

O próximo ano letivo começa no dia 3 de fevereiro, com encerramento previsto para 22 de dezembro.