Setor de Homicídios prende travesti suspeito de assassinar homem na Vila Rio de Janeiro

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

Policiais civis do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarulhos (SHPP), prenderam na tarde desta sexta-feira (23), a travesti Roberta Gabriella Bezerra de Menezes dos Santos, 19, acusada de assassinar com chutes e uma chave de roda, o ajudante de motorista Alexandre Duquete, 44, na rua Guaiós, na altura do n° 43, no bairro da Vila Rio de Janeiro.

De acordo com o boletim de ocorrência lavrado no 1° Distrito Policial como homicídio simples, os policiais do SHPP prenderam Roberta na própria residência, localizada na rua Um, no bairro do Jardim Santa Cecília. Segundo a polícia, a suspeita teria confessado que cometeu o crime junto com outras duas travestis.

No boletim de ocorrência, a suspeita teria afirmado aos policiais do SHPP que junto com outras duas amigas, solicitaram carona para Duquete, que atendeu o pedido, porém, segundo Roberta em depoimento à polícia, o ajudante teria parado o veículo de modelo Fox, cor prata e teria começado a agredir as três travestis com uma chave de roda.

Roberta e suas duas amigas teriam conseguido imobilizar Duquete e começaram a golpeá-lo com socos, chutes e a chave de roda. As outras duas travestis já foram indiciadas pela polícia, que não revelou os nomes, porém, ainda não foram presas até o fechamento desta edição.

O crime ocorreu na manhã de sexta-feira (23), às 6h15. O ajudante foi encontrado por policiais militares com ferimentos na cabeça e chegou a ser encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Paulista, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu. Além da realização da perícia, o SHPP também apreendeu a chave de roda que teria sido utilizada no crime.

Em depoimento à polícia, a esposa da vítima, que não teve o nome divulgado, teria afirmado que Duquete já havia sido preso por tentativa de homicídio, porém, teria sido absolvido em fase processual.

Foto: Divulgação SSP