Obras do Casarão da Sete de Setembro devem começar ainda neste mês, diz Prefeitura

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

As obras do Casarão, localizado na rua Sete de Setembro, na região central, devem iniciar ainda neste mês, de acordo com informações da administração municipal, que através de nota, revelou que foram realizados os serviços de fechamento da obra a fim de evitar novas invasões e depredações do equipamento.

“Está sendo realizados os trâmites necessários para início das obras ainda neste mês”, informou a prefeitura. Com a reforma, o Casarão será utilizado como centro de formação da educação, segundo o governo. De acordo com o historiador e cultista Elton Soares de Oliveira, 58, no arquivo histórico do município o Casarão data de 1934, porém, Oliveira alega que tem um inventário da própria família do ex-prefeito José Maurício de Oliveira Sobrinho, afirmando que foi construído em 1925.

“Esse Casarão era para ser o palacete dos prefeitos”, revelou, alegando que Sobrinho, dono do terreno, foi o político com mais tempo a frente da prefeitura. Como curiosidade, foi o terceiro sobrado a ser construído na cidade, segundo o historiador, já que o primeiro foi o ‘Sobrado dos Barbosas’, próximo ao Poli Shopping Guarulhos.

Na área em que está localizada o sobrado, na rua Sete de Setembro, foi ali que foi implantada também o primeiro semáforo de trânsito na cidade, no ano de 1958, de acordo com Oliveira. De 1925 até 1953, Sobrinho morou no Casarão, porém, em 1956, o local abrigou a primeira Vara do Poder Judiciário da cidade, que ficou no local até 1976.

Após a desocupação do poder judiciário, veio à instalação do poder judiciário da junta de alistamento militar, seguido pelo Museu de Guarulhos e também abrigou outros departamentos da prefeitura. No ano de 2000, o imóvel foi tombado através do decreto 21.143/2000.

Casarão se encontra em situação de abandono desde 2003, segundo historiador

Em entrevista ao HOJE, Oliveira afirmou que o local se encontra em situação de abandono desde 2003. O imóvel já teve um incêndio no mês passado, quando o Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar o fogo em entulhos que estavam no local. A Guarda Civil Municipal (GCM), já encaminhou para a Polícia Militar um homem que estava com uma picareta dentro do imóvel.

Sobrinho, que foi dono do casarão foi prefeito da cidade durante os anos de 1919-1930 e 1940-1945. Através do Portal da Transparência no site da Prefeitura de Guarulhos, a reportagem obteve a maquete eletrônica do projeto, através da licitação de n° 43651 teve abertura no mês de setembro de 2016, ano da gestão do ex-prefeito Sebastião Almeida (PDT).

No cronograma financeiro do Casarão, o valor da final da obra orçado no mês de fevereiro de 2017 está em R$ 4,8 milhões, entretanto, o custo atualizado não consta no Portal da Transparência e tampouco foi informado pela administração municipal. No portal também não informa o nome da empresa.

Foto: Divulgação