Núcleo de Obesidade da Prefeitura ajuda 40 pessoas a perderem 287 kg

Implantado no início do ano passado, o Núcleo de Obesidade do Centro de Especialidades Médicas de Guarulhos (Cemeg) São João teve papel fundamental no processo de emagrecimento de seus 40 pacientes cadastrados. Juntas, essas pessoas perderam 287 quilos em pouco mais de um ano.

O sucesso deste serviço da Prefeitura, prestado pela Secretaria Municipal de Saúde, chamou a atenção de cidades vizinhas e, em pouco tempo de funcionamento, já é considerado modelo de assistência para a Região do Alto Tietê. Por isso, nesta quinta-feira (17), dezenas de representantes dos municípios de Poá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Arujá, Santa Isabel e Suzano participarão de um workshopp em Guarulhos para conhecer as linhas de cuidado da obesidade e como se deu o protocolo de implantação. A capacitação será na Escola SUS (Bom Clima), das 8h às 12h.

Composto por nutricionista, médico e psicólogo, o Núcleo atende pacientes com obesidade grave. No local, eles têm acompanhamento multidisciplinar em grupo, bem como atendimentos individuais com nutricionista, psicólogo, médico e especialistas. A freqüência das sessões varia de acordo com a necessidade de cada paciente, que são estimulados à prática de exercícios físicos e orientados sobre como melhorar as escolhas alimentares.

Tudo isso acontece de forma bem dinâmica e divertida. Dentre as estratégias de promoção à saúde adotadas pelo Núcleo de Obesidade estão a criação de horta comunitária na unidade, a realização de oficinas de culinária e até passeio na zona Cerealista de São Paulo, atividades que estimulam os pacientes a fazer escolhas saudáveis e a colocar em prática as orientações da equipe multidisciplinar.

Transformando vidas

O resultado desse trabalho está mudando a vida das pessoas. Elaine Pereira da Silva, de 45 anos, é prova disso. Ela chegou ao Núcleo de Obesidade no começo do ano passado com 107 quilos, perdeu mais de 20 quilos e desistiu de fazer a cirurgia bariátrica. “Meu sonho era fazer a cirurgia, mas depois de iniciar o tratamento no Núcleo com nutricionista e psicóloga, trabalhei minha compulsão por doce, fui emagrecendo e vi que eu conseguia. Então, resolvi não fazer mais a cirurgia. Era tudo errado na minha vida e mudou tudo. Hoje sou uma pessoa bem melhor”, diz.

A mesma transformação ocorreu na vida de Gilmar Rodrigues Vicente. Hoje com 50 anos, ele conta que aos 15, já pesava mais de 120 quilos. Em 10 meses de tratamento no Núcleo de Obesidade, perdeu 50 quilos. “Cheguei aqui e pedi ajuda. Eles me encaminharam para o cardiologista, para depois iniciar os exercícios físicos. Hoje já posso fazer porque meu coração está bom. Comecei com caminhadas e de lá para cá estou emagrecendo cada vez mais”, explica.

Os testemunhos dos dois podem ser conferidos nas redes sociais oficiais da Prefeitura, no vídeo Saúde com Você, que já teve mais de oito mil visualizações e serve de inspiração para outras pessoas. Dos 40 pacientes cadastrados no serviço atualmente, 17 tiveram melhora emocional e mais dois já pensam na possibilidade de desistir da cirurgia bariátrica devido à perda de peso.

 “Apostamos no tratamento da obesidade mais humanizado, focado na mudança comportamental e nos aspectos multifatoriais que determinam a perda e manutenção do peso. Acreditamos que o sucesso do tratamento se dá a partir de boas relações humanas, desde o entrosamento interprofissional até a forma como nos relacionamos com os nossos pacientes”, define o nutricionista Gilberto de Almeida Gomes.