Polícia Civil prende oito pessoas acusadas de aplicar golpe em idosos de Guarulhos

Reportagem: Ulisses Carvalho

[email protected]

A Polícia Civil prendeu oito pessoas acusadas de integrarem uma quadrilha para aplicar golpe em idosos nos caixas eletrônicos de Guarulhos. Segundo a polícia, Anderson Leonardo da Cunha e Maurício Pereira Ramos, atuavam dentro dos bancos e se ofereciam para ajudar aos idosos que tinham dificuldade no banco.

Na tarde de terça-feira (26), Ramos foi preso no Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos por falsificação de documento. Sua companheira, de 42 anos, que não teve o nome revelado pela Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo (SSP), também foi levada para o Distrito Policial por auxiliar na fuga.

Segundo a polícia, o indivíduo iria viajar para Santa Catarina, quando policiais da 3º Delegacia Especializada de Atendimento ao Turista (Deatur), realizavam diligências para cumprir o mandado de prisão temporária, expedido pela 3° Vara Criminal de Guarulhos, conseguindo deter o suspeito antes que ele realizasse a viagem.

Segundo o boletim de ocorrência, junto com o casal, foi encontrada uma mala com cartões bancários, documentos falsos e telefones celulares. A dupla foi encaminhada para o 1° Distrito Policial. Os celulares serão periciados e as investigações seguem com o objetivo de encontrar demais autores. A polícia acredita que a quadrilha possa ter desviado R$ 2 milhões realizando esses golpes. Treze vítimas já foram identificadas, e somente de uma delas, os indivíduos teriam realizado o saque de quase R$ 200 mil. Um carro de luxo também foi apreendido e com os dados das pessoas, a quadrilha habilitava o aplicativo do banco pelo celular, se passando por cliente e realizando a transferência do dinheiro para outros integrantes do grupo.

Em Guarulhos, os suspeitos agiam em agências da região central, porém, a polícia também investiga se o grupo agia em outros estados.

Foto: Reprodução TV Globo