Servidora da Câmara é suspeita de contrair o Covid-19 e Jesus determina trabalho home office

A Câmara Municipal de Guarulhos fechou as portas para a população diante do avanço do coronavírus (Covid-19) na cidade. Até a conclusão desta edição, o município registrava três casos confirmados de pessoas infectadas.

O presidente da Câmara, Professor Jesus (sem partido), durante uma “live” nesta quarta-feira (18), confirmou a existência de um servidor com suspeita de ter contraído o coronavírus. O HOJE apurou que trata-se de uma jovem que trabalha no Legislativo há cerca de seis meses e que já está em casa.

Segundo o presidente do Legislativo, somente serviços considerados essenciais e imprescindíveis estão em andamento na Casa de Leis e que os servidores estão trabalhando em casa, no regime home office. “Informamos a todos que, em caso de convocação, eles retornarão à Câmara”.

Durante a “live”, Jesus lembrou que nos últimos dias que adotou várias medidas, como o fornecimento de álcool em gel para os departamentos do Legislativo, limitou a presença de pessoas no plenário e nos elevadores da casa, que deverão ser utilizados por, no máximo, três pessoas. Disse que, quando a situação se normalizar, a Câmara abrirá suas portas para a população e fez um apelo: “Não saiam de casa”.