População aprova sistema Drive-Thru utilizado na Campanha Nacional de vacinação contra a gripe

Sistema Drive-Thru implantado na Campanha de Vacinação contra a Gripe foi aprovado pela população - Crédito: Ivanildo Porto

Antônio Boaventura e Ivanildo Porto
[email protected]

Populares que procuraram os pontos disponibilizados – 22 locais -, para a Campanha Nacional de vacinação contra a gripe saíram satisfeitos com a agilidade do sistema Drive-Thru adotado pela Prefeiura, através da secretaria de Saúde. No primeiro dia desta ação, foram vacinadas 39 mil pessoas com idade a partir de 60 anos. O município recebeu na última terça-feira (24) outras 60 mil doses.

“Eu acho isso uma coisa boa e muito importante para a população. E com esse Coronavírus aí você precisa se preparar. Mas, sempre tomo a vacina contra a gripe, até por que sou diabético e hipertenso. Estou aqui por que não tem nem na Vila Barros e nem na Vila Fátima. Foi rapidinho”, disse Udemir Vilela, morador do bairro Macedo.

De acordo com o prefeito Guti (PSB), o município precisa imunizar 370 mil pessoas até o dia 15 do próximo mês, data de encerramento desta campanha nacional. Já Ivone Martins, que também reside no bairro Marcedo, elogiou a iniciativa da administração pública pela implantação do sistema Drive-Thru. Segundo Ivone, esta ação reduz a demanda existente nas unidades de saúde.

“Essa iniciativa foi muito boa e tem que fazer isso mesmo, até por que os postos não estão dando conta. Não teve vacinação suficiente na primeira etapa [primeiro dia] e o pessoal teve de voltar pra casa. Achei um boa ideia. Não gastei nem cinco minutos. O prefeito [Guti] está de parabéns e tem que fazer mais vezes”, encerrou.

Nesta quarta-feira (25), o governador João Doria (PSDB) anunciou a antecipação da vacinação de Influenza (gripe), a partir da próxima segunda-feira (30), para policiais militares, civis e profissionais do Corpo de Bombeiros. A vacinação deste público estava prevista para começar no dia 16 de abril, mas foi adiantada dentro das estratégias de combate ao coronavírus (Covid-19) em São Paulo.