Guarulhos atinge a marca de 37 mortes pelo coronavírus

Dados do Boletim Epidemiológico divulgado na tarde desta segunda-feira (20) pela Secretaria da Saúde apontam que Guarulhos registrou mais três vítimas fatais por coronavírus (Covid- 19) desde sábado (18). Com isso, sobe para 37 o número de óbitos confirmados na cidade. Setenta e um seguem em investigação. 

Até o momento já foram notificados em Guarulhos 3.014 casos suspeitos de Covid-19. Deste total, 221 foram confirmados, 495 descartados e 2.298 seguem em investigação. O prefeito Guti disse que o crescimento da doença na cidade é preocupante, tanto de pessoas infectadas como dos óbitos confirmados. “O número de casos está crescendo muito. Se a gente olhar os últimos nove dias, nós dobramos o número de infectados e triplicamos o número de óbitos e isso talvez seja resultado de um afrouxamento no isolamento social”, observou. 

Guti destacou ainda que muitas pessoas estão saindo de casa desnecessariamente e fez um apelo à população. “Tem gente que precisa sair e não tem jeito, mas se for sair vá de máscara. Caso contrário, não saia. Você está colocando a sua vida em risco, a vida de seus entes queridos, de amigos, de vizinhos, enfim, de todo mundo. É um apelo que faço, isso não é brincadeira”, enfatizou o prefeito, agradecendo a todos os profissionais que estão na linha de frente do enfrentamento à pandemia. 

Da mesma forma, no sábado o secretário da Saúde, José Mário Stranghetti, disse que Guarulhos precisa despertar para a realidade dos fatos. “Vamos acordar enquanto há tempo. Lamentavelmente a população não está fazendo a sua parte e vamos continuar perdendo guarulhenses, perdendo amigos e parentes. É muito sério”, enfatizou. 

Nesta segunda-feira o Centro de Combate ao Coronavírus (3C-Gru), hospital de campanha de Guarulhos, conta com 23 pessoas internadas. Destas, quatro estão na UTI. Houve uma alta e um óbito, cuja causa está sendo investigada. O complexo conta com 70 leitos, sendo 10 de alta complexidade (UTI). No drive-thru e na triagem a pé, desde a abertura, mais de seis mil pessoas passaram por avaliação médica.