Suspeito de matar o Tenente Felipe Murakami, do 31º BPM de Guarulhos, é preso

No último sábado (30), a Polícia Militar prendeu um homem suspeito de envolvimento no assassinato do Tenente da Polícia Militar, Felipe Murakami, em Itaquaquecetuba após o sequestro no Pico do Urubu, localizado em Mogi das Cruzes.

O suspeito, de 25 anos, foi levado ao Setor de Homicídios e Proteção à Pessoas (SHPP), onde o caso está sendo investigado. O homem foi preso depois de brigar com a namorada no meio da rua.

De acordo com a PM, já haviam relatos de que ele costumava mudar de casa com frequência e que estivesse no bairro da Terra Prometida – região próxima ao local onde foi encontrado o tenente Murakami, de 29 anos.

O tenente morava em Arujá e trabalhava no 31º Batalhão da PM em Guarulhos. Ele veio de uma família com histórico na Polícia Militar. No dia 4 de janeiro, ele estava com a namorada no Pico do Urubu quando três homens se aproximaram deles. De lá, vítimas e suspeitos viajaram para Itaquaquecetuba. De acordo com um relatório policial, a certa altura o Tenente brigou fisicamente com um dos suspeitos. Murakami e sua namorada foram baleados na cabeça. Ela foi atingida de raspão e sobreviveu, já o Tenente não resistiu ao ferimento e morreu.

Os suspeitos escaparam com o carro do Tenente e sua arma. O veículo foi encontrado na mesma área onde ocorreu a briga.

Agora a Polícia Civil está trabalhando para localizar os outros dois bandidos que estariam envolvidos no crime. O caso é tratado como latrocínio (roubo seguido de morte), mas o delegado responsável pelo caso não descarta outras possibilidades.

O suspeito deve ser mantido em prisão preventiva até o final da investigação.