Guti descarta antecipar feriados como medida de combate ao covid-19

O prefeito Guti descartou nesta terça-feira (23) a antecipação de feriados como medida de combate ao covid-19. De acordo com ele, esta iniciativa não teria o efeito esperado e poderia estimular o aumento da circulação de pessoas entre os municípios vizinhos. Contudo, o mesmo ressaltou que esta definição ocorreu depois de reunião entre os prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat).

“Muitas cidades anteciparam o feriado e estão julgando que seria bom para diminuir a circulação do vírus e o contágio. Assim como fizemos no carnaval, vamos fazer da mesma forma nesse momento. Guarulhos não vai antecipar nenhum feriado. Salvo se tiver novos números e novos fatos. É um contrassenso em não dar o feriado de carnaval e depois dar um superferiado”, explicou Guti.

O prefeito revelou ainda que a antecipação de feriados pode prejudicar a campanha de vacinação na cidade. E que caso possa adotar a referida, seria necessário o pagamento de R$ 2 milhões em horas extras para que os profissionais de saúde continuassem a trabalhar durante este período.

“Tem a questão da vacinação que se antecipar o feriado, o serviço ficará precário e teríamos que pagar R$ 2 milhões em horas extras. Não faz sentido. Vamos continuar atendendo a população”, encerrou.