Produção da Sputnik V em Guarulhos pode ter início antes mesmo da aprovação da Anvisa

A farmacêutica Inovat – União Química, localizada em Guarulhos, planeja dar início a produção da vacina russa Sputnik V contra o coronavírus antecipadamente a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A informação foi dada pelo CEO do laboratório, Fernando Marques. Segundo ele, um lote do composto ativo sairá de Moscou, na Rússia e será envazado aqui em Guarulhos. A produção ocorrerá juntamente ao processo de análise da Anvisa.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) encaminhou na noite de ontem (10) ao Supremo Tribunal Federal (STF) informações sobre documentos pendentes para a análise de novo pedido de autorização de importação e distribuição da vacina russa Sputnik V.

Ao Supremo, a Agência reforçou que os pedidos de importação ainda não atenderam “a exigência da apresentação do relatório técnico de análise da autoridade sanitária estrangeira, conforme disposto no § 3º do Art. 16 da Lei 14.124/2021”.

Em cumprimento à decisão do Supremo, a Anvisa informou ainda que disponibilizou amplo acesso aos autos do processo administrativo relativo ao pedido de importação e distribuição da Sputinik V.