Empresários, advogados e contadores de empresas em Guarulhos são investigados em operação contra sonegação fiscal

Operação contra sonegação fiscal é deflagrada em Sorocaba e Votorantim — Foto: Divulgação

A Operação Noteira investiga um esquema de sonegação fiscal criado por um grupo de empresários do setor de plástico. A investigação começou há dois anos, quando empresas de fachada foram descobertas em Alagoas.

Entre os alvos da “Operação Noteira” estão empresários, advogados e contadores de empresas e pessoas físicas, em 23 endereços nos municípios de Guarulhos, Sorocaba, Votorantim, Indaiatuba e Pilar do Sul (SP), além de dez mandados em Alagoas.

Um casal foi preso em Sorocaba (SP) suspeito de sonegar R$ 1 bilhão contra o Fisco paulista. As prisões fazem parte de uma operação de combate a sonegação fiscal, fraude estrutural, lavagem de dinheiro, enriquecimento ilícito e organização criminosa que foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (12), no interior de SP.