Legislativo encerra semestre com análise de 530 proposituras

Sessões realizadas de maneira virtual ou remota, todas com total segurança para discutir e votar os projetos para o andamento da cidade. Assim foi o primeiro semestre de trabalho na Câmara Municipal. Com três Sessões Ordinárias presenciais e 37 Sessões Extraordinárias virtuais. A Casa aprovou 335 requerimentos de informações, 132 projetos foram deliberados pelas Comissões Permanentes do Legislativo, sendo três projetos de Resolução, três projetos de Decreto Legislativo e 126 projetos de Lei.  

Quarenta e dois projetos foram aprovados até a fase final: um projeto de Decreto Legislativo, 2 projetos de Resolução e 39 projetos de Lei que seguem à sanção do prefeito. O Plenário apreciou ainda 21 vetos. Oito projetos tiveram os vetos rejeitados e 13 mantidos. Ao final de um semestre de trabalho, foram 530 itens levados à discussão em sessões realizadas de maneira remota, mas que também receberam vereadores no plenário da sede própria, inaugurada pelo presidente Martello (PDT) em março deste ano.  

As Sessões são transmitidas pela TV Câmara enquanto as galerias do plenário ainda não estão abertas ao público por conta da pandemia do coronavírus. Ao final da última Sessão Extraordinária, realizada no plenário da sede própria, o presidente Martello agradeceu pelo trabalho realizado durante o semestre e falou sobre a importância da unidade do Legislativo. “Quero informar a todos os vereadores, alertar que se passaram seis meses que essa Câmara se reuniu. Incrível como o tempo é rápido, a vida continua. Espero que os vereadores se preservem, se cuidem, cuidem da família, usem máscara e mantenham distanciamento para que possamos estar aqui depois do recesso com absoluta certeza e com saúde. Um abraço a todos, de coração. Muito obrigado e me desculpem alguma coisa que eu possa ter falado e ofendido alguém. Estou aqui para ajudar a todos. Vou repetir o que falei seis meses atrás: eu sou mais um voto entre os 34, igualzinho a todo mundo. Às vezes sou obrigado a dirigir essa Casa com um pouco mais de firmeza, se não a discussão vai por um caminho que não leva a nada. Então, peço a todos compreensão e fica minha estima e consideração, de coração, para todos”, afirmou o presidente.