Motoristas e cobradores terão reajuste de 8%

Os motoristas e cobradores de ônibus de Guarulhos terão reajuste salarial de 8%. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros, Urbano, Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal e Cargas Próprias de Guarulhos e Arujá em São Paulo (Sincoverg), além da manutenção de todas as cláusulas sociais, os trabalhadores do transporte público terão 4% de reajuste em outubro e mais 4% em fevereiro de 2022. O vale-refeição terá correção de 8,3%, passando de R$ 24,16 por dia para R$ 26,16.

A proposta foi votada em assembleia realizada pelos condutores na sede do Sincoverg, no dia 19. “Depois de intensas negociações e muito diálogo, com dezenas de reuniões, chegamos a um acordo para o reajuste da categoria”, disse em nota o sindicato.

Na negociação do PLR, o sindicato fez um acordo para pagamento em forma de abono. Dessa forma, todos receberão valor igual, de R$ 800, sem qualquer desconto. O dinheiro cairá na conta em duas parcelas, a primeira metade em setembro e o restante em abril de 2022.

Os condutores de Guarulhos e Arujá são a única categoria que já recebeu abono por conta de um acordo feito no ano passado, em março, sendo R$ 300 para todas as funções, de motoristas ao setor de manutenção, e os cobradores no valor de R$ 600. As quantias são referentes às negociações realizadas pelo sindicato no ano passado. Somando-se esses valores mais o abono da negociação que se encerrou agora em julho, os condutores e setores de manutenção receberão ao todo R$ 1.100, enquanto os cobradores a quantia de R$ 1.400.