Chuva de meteoros tem auge amanhã e será visível no Brasil

A chuva de meteoros Perseidas alcançará seu pico nesta quarta (11) e quinta-feira (12). Segundo a Nasa, observadores no hemisfério norte poderão ver o fenômeno, que produz de 50 a 75 meteoros por hora, com mais facilidade.

No hemisfério sul, Perseidas não será visível em cidades localizadas abaixo de cerca de 30 graus na latitude sul, ou seja, do Rio Grande do Sul para baixo.

A Nasa fará a transmissão do fenômeno em seus canais oficiais.

O fenômeno de Perseidas não é novidade, pelo contrário. Essa chuva de meteoros acontece todos os anos, entre os meses de julho e agosto, quando a Terra, em seu movimento de rotação, encontra os destroços deixados pela passagem do Swift-Tutle.

A chuva de meteoros foi batizada de Perseidas em homenagem a constelação de Perseu, uma vez que os especialistas acreditam que estrelas cadentes irradiem desta constelação.