Guarulhos compartilha experiência no atendimento de saúde à população indígena

Na manhã desta quarta-feira (29) o secretário de Saúde, Ricardo Rui, juntamente com alguns integrantes da equipe de saúde do município e o diretor da Subsecretaria da Igualdade Racial, Jaime Daniel Morais, se reuniu com integrantes da Secretaria de Políticas de Promoção de Igualdade Racial de Osasco para compartilhar a experiência de Guarulhos como referência no atendimento à população indígena. Os visitantes foram acompanhados até a UBS Cabuçu, que assim como a Soberana é referência aos povos indígenas na cidade. 

Dentre as atribuições da UBS de referência para o atendimento dessa população estão o levantamento de suas necessidades de saúde, o incentivo ao acolhimento qualificado para estimular que as gestantes indígenas possam realizar o pré-natal e o parto no município, a realização de ações de promoção à saúde bucal e mental dos indígenas, bem como a prevenção às infecções sexualmente transmissíveis (IST-HIV e hepatites virais) e ao uso abusivo e nocivo de álcool e outras drogas, considerando as especificidades culturais.

Enquanto ocorria a visita nas instalações da UBS Cabuçu os gestores discutiram o processo de implantação do serviço. A unidade de referência deve levar em conta o caráter migratório dos povos indígenas entre o município e suas aldeias de origem e elaborar estratégias para garantir o calendário vacinal e o bloqueio de doenças específicas, contribuir para o enfrentamento do racismo institucional, combater qualquer forma de preconceito e discriminação em relação a essa população, além de garantir nos espaços de educação permanente em saúde a troca de experiências e saberes culturais sobre a saúde dos povos indígenas em todos os níveis de atenção.

Em seguida a equipe de Osasco foi conhecer a aldeia multiétnica Filhos dessa Terra, localizada nas proximidades da UBS Cabuçu. Na ocasião, um dos fundadores da aldeia, Awa Werá, da etnia Tupi do Estado de São Paulo, deu uma aula aos presentes sobre o processo de consolidação da política pública para os indígenas em Guarulhos e no Brasil. O encontro foi encerrado com a apresentação de dança dos indígenas da aldeia. Amanda França, secretária executiva de Políticas de Promoção da Igualdade Racial de Osasco, agradeceu pela oportunidade de vivenciar a experiência e disse que se espelhará em Guarulhos para criar políticas públicas para os indígenas de Osasco. 

O gerente da UBS Cabuçu, Victor Hugo Frozel Sena, afirmou que o fortalecimento das ações de saúde entre a UBS e a aldeia Filhos dessa Terra é de extrema importância para entender o contexto cultural existente e para potencializar o atendimento referenciado dos povos indígenas. “Receber uma cidade como Osasco engrandece ainda mais o trabalho realizado aqui e fica a certeza de que o caminho é longo e com vários desafios”, disse.