Teatro Padre Bento traz espetáculo que aborda os riscos de contágio pelo HIV

Foto: Márcio Lino/PMG

No próximo domingo (21), às 20h, a Cia. de Pesquisa Teatral Malharito e o Núcleo Cosmopolita de Teatro apresentam Em Nome da Vida no Teatro Padre Bento, espetáculo educativo que combina drama e risos para alertar sobre os riscos de contágio pelo HIV. A entrada é gratuita e a classificação é de 12 anos.

Com texto e direção de Cauê Bonifácio e direção de Bill Nascimento e Luís Araújo, Em Nome da Vida conta a história de dois jovens que adquirem o HIV de formas diferentes. Entre uma cena e outra, a situação dramática é narrada de forma leve e divertida para que o telespectador não se sinta agredido nem triste com o desfecho dos personagens. “Não usamos nomes de pessoas. Optamos por denominações como engano, egoísmo, discriminação, características marcantes de cada personagem”, explica Araújo.

O elenco é formado por dez jovens atores promissores, em sua maioria moradores de Guarulhos, que se dividem em 18 personagens.

A apresentação do espetáculo conta com o apoio da Prefeitura de Guarulhos, por meio da Secretaria de Cultura, que objetiva fomentar a circulação de eventos gratuitos nos espaços públicos da cidade.

Para conhecer mais sobre o espetáculo acesse os perfis do Instagram https://www.instagram.com/nucleocosmopolitadeteatro/ e https://www.instagram.com/malharito.producoes/.

Para saber mais sobre a programação cultural da cidade acesse www.guarulhos.sp.gov.br/agendacultural.

Serviço

O Teatro Padre Bento fica na rua Francisco Foot, 3, no Jardim Tranquilidade

Informações técnicas

Darlan Oliveira (Engano)

Ricardo Reis (Conflito)

Lili Atnerat (Esperança)

Bill Nascimento (Egoísmo/Ladrão)

Luís Araújo (Discriminação/Perseverança)

Andressa Evaristo (Verdade/Dona Gentil)

Verena Ayres (Dra. Sentença/Trabalho/Prestativa)

Anderson Silva (Dr. Notícia/Desenvolvimento)

Lucas Spassapan (Dr. Palestra/Estudo)

Christopher Kawan (Exemplo/Policial)

Direção: Bill Nascimento, Cauê Bonifácio e Luís Araújo

Direção geral/sonoplastia: Cauê Bonifácio

Produção / fotografia: Douglas Corrêa

Duração: 70 minutos